Enxaguante bucal para crianças

Dúvida bastante comum de pais e mães: criança pode fazer uso de enxaguante bucal? Pode, desde que prescrito pelo dentista!

Primeiro: muita gente não sabe, mas enxaguante bucal é um medicamento e merece cuidado quando utilizado! Por isso o dentista, depois de uma avaliação, vai indicar qual o produto mais adequado para a criança.

Segundo: existem enxaguantes voltados exclusivamente para o público infantil. Isso significa que o produto de adulto NÃO DEVE ser usado pelos pequenos! Cada um com o seu!

Os enxaguantes são produtos coadjuvantes no processo de higiene bucal. Geralmente contêm aromatizantes, que dão a sensação de frescor e de limpeza da boca, além de substâncias que vão combater as bactérias (antimicrobianos), além do flúor. Pelo menos é isso que os fabricantes dizem.

Qualquer criança pode usar?

Não. Geralmente, recomendo o uso dos enxaguantes bucais para crianças a partir dos 6 anos de idade. Por quê? Porque já têm coordenação para cuspir. Como disse anteriormente, os enxaguantes são medicamentos e devem ser usados somente na cavidade bucal (uso tópico), o que significa que não devem ser engolidos pela criança. Entretanto, com o objetivo de tornar o produto bastante atrativo para o público infantil, as indústrias utilizam corantes, aromatizantes e flavorizantes que conferem aparência, odor e sabor muito agradáveis, levando à possibilidade de a criança acabar ingerindo o enxaguante que, dependendo da quantidade, pode levar a um quadro de intoxicação.

Quando usar?

A minha sugestão é usar à noite, antes de dormir. Metade da tampinha está de bom tamanho. Muito embora a concentração de flúor seja menor do que nas pastas de dente fluoretadas, o enxaguante acaba servindo como um aporte a mais do referido íon, ajudando na manutenção de uma higiene adequada durante a noite.

Qual produto usar?

De preferência, aquele que o dentista indicar. Procure aqueles SEM ÁLCOOL na composição. Recentemente foram lançados no mercado enxaguantes com corantes capazes de colorir a placa que está na superfície do dente. Nesse caso, o uso do produto deve ser feito ANTES da escovação e funciona muito bem como incentivo para a criança perceber como anda sua higienização e onde ela deve melhorar. Onde estiver colorido (azul é a cor que tem sido utilizada), é sinal de que tem placa e, obviamente, onde precisa melhorar nos cuidados.

E atenção, papais e mamães: ensinem as crianças a fazerem o bochecho corretamente. Se for preciso, treinem com água primeiro, para não correrem o risco de a criança engasgar ou ingerir o produto. Pode parecer bobagem, mas muitos pais e crianças acham que bochecho e gargarejo são a mesma coisa. NÃO! Gargarejo é para a garganta; bochecho somente para a boca.

Na dúvida, peçam orientação ao dentista!

posted: escovação, O tio dentista explica, prevenção | tagged:

1 trackback

OdontofoGUIA! #23 | Medo de Dentista
26 de outubro de 2011 às 8:32

3 comments

  1. Muito bom, Tio! Se prega por aí, realmente, que os enxaguantes bucais são obrigatórios numa higienização bucal bem feita. Mas não é bem assim! Eles PODEM ser usados, mas nem sempre DEVEM ser usados, ainda mais pelas crianças. Na dúvida, consulte o seu dentista / odontopediatra. :)

  2. Dica muito interessante. Senti falta de orientação específica para bebês.

Post a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>