Língua presa: o que é e como tratar?

Há poucos dias, uma mamãe me enviou um e-mail querendo saber sobre a língua presa do bebê dela, que é recém nascido. Segundo ela, tal fato não prejudica em nada a amamentação da criança, mas ela se sente incomodada. O que fazer? Quando é que o caso é caso cirúrgico? Qual o profissional certo para cuidar da criança?

O freio lingual é uma prega de tecido localizada embaixo da língua e que se insere na parte de trás da gengiva inferior. O que muitos chamam de “língua presa” refere-se, na verdade, a um freio lingual curto e com inserção anteriorizada, como acontece na foto acima. Em muitos casos, a criança não consegue colocar a língua pra fora e, quando isso é possível, forma-se um sulco no dorso da língua, deixando-a em “forma de coração”. Em bebês, é bastante comum ele ser curto e estreito, dando a impressão de uma língua presa.

Entretanto, o diagnóstico e o tratamento dessa pequena anomalia ainda é motivo de discussão e controvérsias entre os profissionais de saúde. Médicos pediatras, odontopediatras e fonoaudiólogos, muitas vezes, acabam não chegando a um denominador comum.

O tratamento em si, quando necessário, consiste em um procedimento cirúrgico para a remoção do freio e liberação dos movimentos da língua. A grande dúvida é: quando é necessária a frenectomia?

Na verdade, cada caso é um caso. É o comprimento do freio e o grau de restrição dos movimentos da língua que vão ditar todo o processo. Em casos mais severos, os movimentos da língua ficam restritos a tal ponto que podem prejudicar a amamentação e, posteriormente, o desenvolvimento da fala. Em situações mais brandas, mesmo tendo o freio considerado curto, a criança não tem nenhum transtorno em seu desenvolvimento, conseguindo uma amamentação tranquila e falando corretamente.

Não existe uma idade certa para se realizar a cirurgia, que deve ser feita pelo odontopediatra. Entretanto, muitos profissionais optam por fazê-la o quanto antes – desde que seja realmente necessária – a fim de evitar qualquer transtorno para o desenvolvimento da criança. Mas, para isso, é importante que médicos, dentistas e fonoaudiólogos estejam em sintonia, falando a mesma língua!

posted: O tio dentista explica | tagged: , , ,

5 trackbacks

Prêmio Top Pérolas #11 | PEROLAS DA ODONTOLOGIA
2 de setembro de 2011 às 16:59
OdontofoGUIA! #16 | Medo de Dentista
7 de setembro de 2011 às 8:34
O que é Frenectomia? | DicasOdonto
14 de setembro de 2011 às 0:48
Um protocolo para análise de freio lingual em bebês - A famosa língua presa - DicasOdontoDicasOdonto
28 de outubro de 2012 às 12:23
Teste da linguinha | Tio Dentista
20 de dezembro de 2012 às 8:56

17 comments

  1. Parabéns, Tio! Belo post! #TopPerolasmodeon :D

  2. O filho de uma amiga ficou anos fazendo sessões de fono sem resultado. Até que sugeri uma cirurgia. A cirurgia foi feita e ele continua fazendo sessões de fono para poder aprender a falar .
    Excelente post, querido!
    bjssssssssssssssss

  3. Boa tarde, relativamente a este assunto gostaria de saber qual a relação ou vantagem que se tem em procurar um médico dentista? O fato de uma criança apresentar freio lingual curto afeta a formação dos dentes?
    Obrigada!

    • Gisela,

      O freio curto não afeta a formação dos dentes em si mas, dependendo do caso, pode interferir na amamentação, na deglutição e até mesmo no desenvolvimento da fala. Por isso um esclarecimento do odontopediatra é importante!

      Obrigado pela visita!

  4. olá..tenho um bb de 1 ano e 7 meses, e em uma queda ele bateu a boca e o freio entrou entre os dois dentinhos superiores. Levei ao dentista no outro dia, já na primeira semana desinchou bastante, e a dentista me disse que até o final da semana iria sair. Porém já se passaram 12 dias da queda e o freio não desinchou o suficiente para sair do espaço entre os dentes. Ela me disse para esperar mais um mês caso não ocorra só uma cirurgia resolve. Não consigo nem imaginar fazer cirurgia em um bebê de 1 ano e 7 meses.. o q eu posso fazer?. estou fazendo a limpeza com água oxigenada 10 volumes…

    • Geórgea,

      Uma avaliação e um acompanhamento do dentista deve ser feito. O freio labial, geralmente, só tem sua remoção cirúrgica indicada quando afeta muito o posicionamento dos dentes. Caso contrário, prefere-se esperar a chegada de todos os dentes permanentes na boca, o que acontece na pré adolescência. Procure um dentista de sua confiança para esclarecer sua dúvida. Quanto à higienização, não faça com água oxigenada, por ser muito agressiva. Dê preferência a produtos adequados, como a clorexidina a 0,12%. Espero que tenha sucesso!

      Um abraço!

  5. Olá ,tenho uma bb de 1 ano e 7 meses desde que nasceu a pediatra dela falou que ela tinha a lingua pressa ,mais nunca interferiu na mamada e nem quando ela começo a comer comida, preocurei o otorrino e ela me disse que naõ seria necessario fazer a cirurgia que teria que esperar minha filha começa a falar pra ver se precisaria fazer a cirurgia , fui em outro otorrino que disse que era necessario fazer a cirurgia que realmente ela tem um freio na lingua e enquanto antes fazer a cirurgia melhor estou na duvida e com medo me ajude

    • Patricia,

      Sem ver o caso, é difícil opinar. Mas sou a favor de esperar um pouco. Já que o freio não atrapalha a amamentação ou a alimentação, não justifica fazer a cirurgia de imediato. Pode até ser que não prejudique a fala de forma significativa. Por isso, prefiro acompanhar de perto.

      Obrigado pela visita!

  6. Oi.Meu filho tem 9 meses e tem a língua presa,formando um coração qdo a coloca para fora.Acredito que por tal motivo ele não quis mamar no peito e até hoje tem dificuldades para mamar na mamadeira. Já fui a vários médicos e alguns acham melhor esperá-lo começar a falar,outros acham que devo fazer a cirurgia,enfim,estou sem saber o que fazer!
    Caso opte pela cirurgia,como será o procedimento? Há riscos?

    Desde já agradeço caso possa me orientar.
    Att
    Patrícia

    • Olá, Patrícia!

      O fato da língua formar um coração é um sinal típico de que o freio é curto e pode atrapalhar a amamentação sim.
      Entretanto, é comum encontrar essas divergências entre os diversos profissionais em relação a aguardar ou realizar o procedimento cirúrgico. Se for necessário, este procedimento será bem simples, com anestesia local, dando-se um “pique” no freio apenas para liberar os movimentos da língua.

      Obrigado pela visita!

  7. Ola Doutor meu filho tem 2 anos e 7 meses e quando poe a lingua pra fora ela forma um coraçao, bom ele nao fala direito, mamae, papai,vovo e vovô sai direitinho, mas bolacha sai baa, fralda sai faa, sera que ele precisa fazer a cirurgia? Obs: ele começou a falar com 1 ano e 8 meses mais ou menos, nunca atrapalhou ele a mamar e nem comer. Me ajude por favor

    • Ana Carolina, tudo bem?

      O formato de coração é um sinal de que o freio lingual é curto. Entretanto, seu filho ainda é muito novinho e ainda está desenvolvendo a fala. O fato de não ter atrapalhado a amamentação e a deglutição é um bom sinal. Acompanhe um pouco mais esse desenvolvimento. Na dúvida, procure um fonoaudiólogo. Espero ter ajudado.

      Obrigado pela visita e seja sempre bem vinda!

  8. Olá Dr…Gostei muito desse blog, parabéns pelo trabalho.
    Meu filho nasceu com o freio lingual curto e na ocasião, na sala de parto, o pediatra informou que talvez seria necessário a realização de uma cirurgia, mas que eu deveria primeiramente falar com a pediatra durante as consultas. Eu acabei esquecendo e agora depois de 4 anos,um dia verificando os dentinhos dele eu notei a pele embaixo da lingua, pedi pra ele levantar a lingua e ele não conseguiu, o engraçado é que ele foi amamentado até os 2 anos, fala corretamente, somente erra algumas palavrinhas e talvez devido isso eu nunca percebi nada. Bom, conversei com a pediatra e ela me orientou a procurar uma fono, não só por esse motivo mas devido ele as vezes também gaguejar, a fono me orientou a procurar uma odontopediatra, e quando liguei no consultório da odontopediatra me informaram que a Drª não realiza essa cirurgia. Por favor me ajude, que profissional eu devo procurar para tratar esse assunto? Pode ser que devido o freio lingual dele ser curto ele esteja gaguejando? Ou são coisas distintas? As vezes ficamos perdidas com tantas informações. Cada um fala uma coisa e não sabemos o que está correto. Por favor me ajude. Agradeço sua atenção.

    • Giselle, tudo bem?

      A indicação de cirurgia para a remoção do freio lingual ocorre quando o mesmo atrapalha a criança na amamentação e no desenvolvimento da fala. Pelo que você me conta, não foi o que ocorreu com seu filho. Parece que o desenvolvimento dele foi bastante tranquilo. A gagueira deve ser tratada com a fono sim, mas não vejo nenhuma correlação com o freio lingual. Trata-se de um distúrbio na fala. O freio, se estivesse causando algum tipo de problema, seria na pronúncia correta das palavras, e não na dificuldade de articulação das mesmas.
      Com relação ao freio, não vejo muito com o que se preocupar. Peça a avaliação de uma odontopediatra de sua confiança. Mas, como lhe disse anteriormente, se não houve problemas na amamentação ou no desenvolvimento da fala, é provável que ele não traga nenhum transtorno. A mobilidade um pouco reduzida da língua não parece ser significativa. Quanto à gagueira, sugiro avaliação fonoaudiológica e, se necessário, com psicólogo também.

      Obrigado pela visita e seja sempre bem vinda!

  9. e quando e adulto, e a língua presa atrapalha e ocasiona a fala errado
    ex;trocar o R pelo L
    ne caso e preciso a operação para dar um pique na língua?
    qual o medico a procurar?

  10. Ola
    Meu filho de 9 anos tem a lingua presa e tem dificuldade em falar algumas palavras. Foi indicado a fazer a cirurgia pela fono e pela dentista, mas estou apreensiva. Costuma doer? Ele vai tomar anestesiaa? Como é o pós?

    • Olá, Vanessa!

      A cirurgia de remoção do freio língual é super simples e tranquila! A anestesia é local e não há complicações no pós operatório.
      Consulte o Odontopediatra para tirar todas as suas dúvidas.

      Boa sorte!

Post a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>