Os dentes e seus números

Muitas vezes, os pacientes que recebo no consultório vêm encaminhados de outros colegas. Por não atenderem crianças, acabam fazendo só um exame inicial e aí, passam a batata quente adiante. No caso, pra mim. E não é raro deparar-me com alguma instrução no pedido de encaminhamento: extração do 52, avaliação do 65, tratamento endodôntico (canal) do 84, mordida cruzada do 73. Que números são esses? De onde surgiram? Tem pai que até vem perguntar se aquilo está correto mesmo, já que a criança não tem esse tanto de dente na boca! Vamos descobrir?
 
 
Boca saudável
Fonte
 
 
É claro que esses números não representam, nem de longe, a quantidade de dentes na boca. Nem filhote de tubarão teria isso tudo! Eles são, nada mais nada menos, do que um código utilizado para facilitar e simplificar a comunicação entre os dentistas. E esse código é adotado praticamente no mundo todo! Portanto, se eu estiver falando do dente 51, um dentista de outro país que usar este mesmo código saberá de qual elemento eu estou falando.

Como funciona?
 
Bem simples. Primeiro a gente divide a boca em quatro quadrantes, fazendo uma cruz bem no meio, dividindo o que é de cima do que é de baixo, o que é da direita e o que é da esquerda. Em seguida, a gente numera cada um desses quadrantes: 5 (Superior Direito); 6 (Superior Esquerdo); 7 (Inferior Esquerdo); 8 (Inferior Direito).
 

quadrantes-deciduos1
 
 
Mas os lados DIREITO e ESQUERDO não ficaram trocados? Não! A gente considera que o paciente está de frente para nós. Portanto, o lado direito dele é a nossa esquerda, enquanto o esquerdo dele é a nossa direita. Confuso? Basta você se olhar no espelho que você entende: você é você mesmo (ufa!) e, a sua imagem, o paciente.
 
Definidos os quadrantes, é hora de identificarmos os dentes. Na dentição decídua (de leite), temos um total de 20 dentes. Como eles estão divididos em quatro quadrantes, podemos concluir que temos 5 dentes em cada um deles, certo? (Ou você fugiu da aula de Matemática?). Portanto, os dentes de cada um dos quadrantes serão numerados de 1 a 5, partindo dos dentes da frente (anteriores) em direção aos do fundo (posteriores). Sendo assim, temos:
  1. Incisivo Central;
  2. Incisivo Lateral;
  3. Canino;
  4. Primeiro Molar;
  5. Segundo Molar.
Bom, temos os números dos quadrantes e os números de cada dente. Pra formar o código, é só juntar os dois, necessariamente nessa ordem. Tomemos como exemplo o dente 51. Ele está no quadrante de número 5 (Superior Direito) e é o dente número 1 (Incisivo Central). Portanto, o dente 51 é o Incisivo Central Superior Direito. Mais um exemplo? Vejamos o 74: está no quadrante 7 (Inferior Esquerdo) e é o dente número 4 (Primeiro Molar). Logo, estamos falando do Primeiro Molar Inferior Esquerdo. Portanto, com o código formado, podemos ilustrar a dentição decídua da seguinte maneira:
 
 
quadrantes-deciduos2
 
 
Pra ficar ainda mais fácil de entender, vamos pegar essa representação e juntar com a foto daquela boquinha lá no começo:
 
Boca-quadrantes
 
 
Melhor para enxergar, né? E para os dentes permanentes? A ideia é a mesma, mas com algumas pequenas diferenças. Mas essa história você pode conferir aqui.



* Esse post foi sugestão da Dra. Ana Tokus.

posted: dente de leite, O tio dentista explica

1 trackback

Lembranças dos tempos de criança | Medo de Dentista
15 de setembro de 2011 às 8:54

13 comments

  1. Olá Tio, posso sugerir também? Olha são 102 posts né? Parabéns! Não chequei se você já escreveu sobre isso, mas que tal um post sobre o tratamento de canal dos dentes decíduos? Muitos pais acham que, por se tratar de um dente "de leite" é desnecessário investir no canal. Mas gostaria mesmo de ver é sobre as diferenças entre o tratamento de canal do dente "de leite" e o permanente.
    Abraços!

  2. Oi tio! esses dias pesquisando assuntos sobre odontopediatria (conclui minha especialização começo desse ano) na net, encontrei o seu blog e estou adorando cada post. São todos sobre assuntos muito importantes, perguntas que as vezes nem paramos pra pensar o pq, mas todas com embasamento científico e tudo=) Parabéns também pela forma como escreves, sempre com uma ou outra "brincadeirinha", deixando a leitura super agradavél. É isso…agora sou leitora assidua do seu blog! Mais uma vez PARABÉNS!!!e obrigada por nos manter atualizados, pela partilha do conhecimento!!!

  3. GEISSON:

    Bom vê-lo aqui no blog. Seja sempre muito bem vindo! Sugestão anotada. Em breve falarei sobre o assunto, ok?

    EDIANE:

    Fico feliz em ver colegas gostando do blog. Seja muito bem vinda. Sugestões e críticas são sempre bem vindas.
    E obrigado pela assiduidade. Em breve teremos novidades por aqui!

    Abraço do tio!

  4. Excelente explicação……….mas se aprofundando… irá surgir dúvidas……..

    NA DENTIÇÃO DECÍDUA 1º QUADRANTE IDENTIFICADO PELO 5 E SEGUE A SEQUENCIA SEMPRE COM O 5 NA FRENTE E ASSIM NOS OUTROS QUADRANTES COM SEUS RESPECTIVOS NÚMEROS….A DÚVIDA mais comum será:

    NO BLOG QUE VC CITOU EM SEU POST PARA CONHECER A NUMERAÇÃO É DIFERENTE….

    EU JA ENTENDI…..É QUE NOS PERMANETES SOFREM OUTRA CODIFICAÇÃO……..MAS PARA O SEU POST FICAR MAIS COMPLETO VOCÊ DEVERIA, EXPLICAR ESSA PARTE CLARAMENTE ASSIM NINGUÉM TERIA MAIS DÚVIDAS……OBRIGADO PELA ATENÇÃO

  5. o blog do tio dentista e muito bom ate me ajudou para minha feira-de-matematica…..ADOREI….

  6. adoreeii muitoo . se tiver facebook por favor me passa.

  7. eita o que pra voce é o 53 onde faço tratamento é o 13

  8. ops foi mau aqui no caso é de leite kkkkkkkkkk perdão

  9. AGORA ENTENDIR O QUE A PROFESSORA QUERIA PASSAR LA NO CURSO.

  10. Bom dia Tio dentista!! Adorei o seu blog consegui tirar as minhas dúvidas numa simples leitura, vc usa uma linguagem fácil parabéns, agora vou conseguir fazer a minha prova de TSB com mais tranquilidade. Obrigada….
    Belém – PA

  11. Estava ¨doida¨para aprender a numerar os dentes, em uma consulta vc. ouve, faz isso com dente tal, faz isso com dente aquilo,,,,,e a gente não entende nada,,,,, nem como está seu dente, mas fiquei feliz, aprendi e facinho,,,,,,
    abraços.

Post a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>